A cidade que atravessou o Atlântico

A história de Mazagão Velho – que amanhã festeja o dia de São Tiago – é marcada por um capítulo pouco conhecido do Brasil Colonial, quando uma colônia portuguesa no Marrocos foi desativada e transferida para Amazônia brasileira. No final do século 18, por volta de 1769, cerca de 160 famílias – aproximadamente 1022 pessoas, entre brancos e escravos – vieram do Marrocos, desembarcando no Amapá, mais precisamente às margens do rio Mutuacá, na região sul.

Antes do fim da longa jornada de barco, uma breve parada na cidade de Belém (PA), depois da travessia do Oceano Atlântico. As famílias haviam abandonado a terra natal devido à guerra entre mouros e cristãos, durante a implantação do cristianismo português no continente africano. A vila de Nova Mazagão – hoje Mazagão Velho – foi fundada em 23 de janeiro de 1770, pelo rei de Portugal, Dom José I.

Mazagão Velho era assim: casas de pau a pique cobertas de palha

(Texto e fotos: Gabriel Penha)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *