A nova diretoria do Sebrae para o quadriênio 2023/2026

Sebrae no Amapá elege nova diretoria para o quadriênio 2023/2026
Denyse Quintas

O Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae no Amapá (CDE), elegeu nesta sexta-feira (18), das 15h às 18h, o presidente do CDE, Diretoria Executiva para o período 2023/2026 e Conselho Fiscal (CF) para o período 2023/2027.

Dirigentes
José Samuel Alcolumbre Tobelem foi eleito para o cargo de presidente do Conselho Deliberativo Estadual; diretora-superintendente, Alcilene Maria Carvalho Cavalcante Dias; diretor de administração e finanças, Marcell Houat Harb; e diretora técnica, Suelen Amoras Távora Furtado.

Conselho Fiscal
Na mesma ocasião, foram eleitos para o Conselho Fiscal do Sebrae (CF), três titulares, Joel Mundas de Souza, Ailton Azevedo Marques da Nóbrega e Jetro Aguiar Ramos; e três suplentes, José Alberto da Silva Torres Filho, Elenildo Barbosa da Fonseca e Deivison Henrique Fortunato Moreira.

Conselho
A eleição dos novos dirigentes do Sebrae no Amapá, conduzida pelo atual presidente do Conselho, Iraçu Colares, contou com a inscrição de duas (2) chapas regulares que cumpriram o edital e uma (1) impugnação. A votação foi feita por 13 instituições das 15 que integram o Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae.

Participam do processo de votação, instituições que possuem assento no Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae no Amapá, entre elas, Associação Comercial e Industrial do Amapá (ACIA), Banco da Amazônia, Banco do Brasil (BB), Caixa Econômica Federal (CEF), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amapá (Faeap), Federação das Indústrias do Amapá (Fieap), Federação das Associações de Microempresas e Empresas de Pequeno Porte Amapá (Femicro), Federação dos Pescadores e Aquicultores do Estado do Amapá (Fepap), Governo do Estado do Amapá (GEA), Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá (Iepa), Universidade Federal do Amapá (Unifap) e Sebrae Nacional.

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Amapá (Fecomércio Amapá) e Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), não compareceram ao pleito para votação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.