Acusado de assédio sexual, presidente da Fumcult é exonerado

Acusado de assédio e importunação sexual, Olavo Almeida foi exonerado do cargo de presidente da Fundação Municipal de Cultura de Macapá.
Para substituí-lo o prefeito Dr. Furlan escolheu o vereador Caetano Bentes.
Bentes se licenciará da Câmara de Vereadores para assumir o cargo e em seu lugar no legislativo assumirá o suplente Dino Amanajás.

Matéria relacionada 

Assédio sexual – Presidente da Fumcult é denunciado na Delegacia de Crimes contra a Mulher

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *