Agência Nacional de Mineração interdita barragem no Amapá

A Agência Nacional de Mineração (ANM) anunciou que interditou a barragem Mario Cruz, localizada no município de Pedra Branca do Amapari, no Amapá. A ação é reflexo das iniciativas do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) para conter  desastres.
Preocupado com os moradores do entorno da barragem que foi interditada no AP, o senador apresentou hoje (03), na CPI de Brumadinho, no Senado Federal, um requerimento de convocação do presidente da Zamin para explicar ações que evitem mais tragédias no AP. “Temos que estancar esse crime que afeta tantos brasileiros e o meio ambiente pelo Brasil”, disse.
Ao todo, 56 barragens e diques em todo o Brasil foram interditadas por causa de problemas de estabilidade. A barragem de Pedra Branca do Amapari pertence à empresa Zamin Amapá Mineração S.A.
De acordo com um levantamento do governo estadual existem cerca de 35 barragens no Amapá, quase 90% utilizadas com rejeitos de mineração, e o restante é usado na atividade de hidrelétricas.
ANGLO-ZAMIN
Em fevereiro deste ano, o senador Randolfe Rodrigues voltou a cobrar providências da Anglo/Zamin pelo rastro de destruição que vem deixando no Amapá.
Utilizando os microfones do Senado, solicitou o cumprimento do Termo de Ajuste de Conduta (TAC) estabelecido pelos Ministérios Públicos Federal e Estadual, no que diz respeito ao pagamento aos municípios de Pedra Branca do Amapari e Serra do Navio, no total de R$53 milhões e estendendo também ao município de Santana.
(Texto e foto: assessoria de comunicação do senador Randolfe)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *