Até quando?

Ninguém aguenta mais.
Todos os dias acontecem roubos, furtos, arrastões nas escolas públicas do Amapá desde que foi encerrado o contrato do governo do Estado com as empresas de vigilância no início de agosto. Tem escola que já foi furtada quase uma dezena de vezes, como a Princesa Izabel e a Modelo Guanabara, no centro da cidade.
Sem vigilantes, sem segurança, professores e alunos são alvos fáceis para a bandidagem.
Agora há pouco, houve arrastão na escola Cecília Pinto. Bandidos tocaram o terror, tomaram notebooks e celulares e ainda feriram com faca um professor.
O desespero foi grande. Quem passou na frente da escola viu os alunos correndo e gritando por socorro.

Enquanto isso, o governo faz cara de paisagem.

profs1a

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *