Audiência pública para debater prevenção e causas do suicídio

A Assembleia Legislativa do Amapá (Alap) realizará na segunda-feira (18), às 14h, audiência pública para debater as causas e prevenção do suicídio. O debate, que terá como tema “Alta incidência de suicídio no Amapá, um caso de saúde pública”, foi proposto pelo deputado Dr. Furlan (PTB).

Dados da Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS) apontam que entre os anos de 2015 a 2017 foram registrados 154 casos no Amapá. Em relação às tentativas de suicídio, os dados revelam aumento de 308%, o que levou a SVS a emitir um alerta sobre o problema, no fim do ano passado.

Em recente estudo feito pelo Banco de Dados do Sistema Único de Saúde e Sistema de Informação Estatística da Organização Mundial da Saúde, o Amapá possui uma média de 10 a 12 suicídios por 100 mil pessoas, por ano. No Brasil, acontecem 26 suicídios por dia, pontuando um aumento de 30% nos últimos 25 anos, segundo dados do Centro de Valorização da Vida (CVV), a partir de dados do Mapa da Violência. Número que faz do país o oitavo com mais suicídios do planeta. São quase 800 mil vítimas por ano.

O deputado Dr. Furlan alertou quanto à forma de divulgação dos casos de suicídio, principalmente nas redes sociais. “Em conversa com a psicóloga Joelma Ribeiro, a forma de divulgação pode influenciar a pessoa que tem o potencial suicida. Essa pessoa se encoraja a praticar o ato”, destacou.

(Ascom/ALAP)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *