“Caminhos do Ferro” – Propina de R$ 11 milhões

A operação “Caminhos do Ferro”  investiga suposto pagamento de propinas para deputados e assessores de deputados para que a Assembleia Legislativa do Amapá   autorizasse a transferência da concessão da Estrada de Ferro do Amapá – EFA para a empresa de mineração Zamin.

Durante as s investigações – que começaram ano passado – o Ministério Público descobriu que empresa de mineração transferiu   cerca de R$ 11 milhões  para conta bancária de um assessor parlamentar no final de 2013. Essa grana, de acordo com as investigações, era a propina a ser rateada entre deputados estaduais para que autorizassem a transferência da concessão da estrada de ferro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *