CEA: Isto é um assalto. Mãos ao alto!

Consumidores de energia elétrica do Amapá foram surpreendidos este mês com contas estratosféricas.
Uma professora que pagava em média R$ 180 por mês este mês terá que pagar R$ 1.900.
Nas redes sociais a grita é geral.
Do Twitter pincei alguns casos. Veja:
Laura pagava R$ 200, este mês recebeu uma conta no valor de R$ R$ 367
A conta de Kayo subiu de R$ 150 para R$ 490; de Mariana subiu de R$ 197 para R$ 411 e de Tiago Rabelo de R$ 200 para R$ 950.
Larissa Lobato disse que na sua conta o aumento foi 300% em relação aos meses anteriores.

Quem procura a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) para reclamar recebe como resposta que o que está sendo cobrado é o resquício dos meses em que, por causa da pandemia, as leituras não foram feitas e o valor cobrado naqueles meses era calculado com base no consumo de meses anteriores, ou seja, era tirada a média.
Ninguém esperava por isso, até porque a CEA, como sempre desrespeitando o consumidor, não avisou previamente que isto aconteceria e nem explica  até quando vai continuar cobrando esse resquício.

Nas redes sociais os consumidores estão apelando para o Procon, deputados e senadores para que tomem alguma providência. Até agora nenhum se manifestou sobre o assunto.

No Amapá a energia é caríssima e é de péssima qualidade. Todos os dias falta energia em vários bairros; transformadores vivem explodindo; queda de energia é mais comum nesse Estado do que tomar açaí e basta um vento um pouquinho mais forte para a velha fiação elétrica arrebentar e se chove praticamente todo o estado fica sem energia.

  • Às vezes reclamamos da vida, sem olhar em torno, e ver a vida do vizinho.
    Na REGIÃO NORTE, a CEA vende a energia mais barata. A CELPA, a mais cara. Quase 40% mais cara que a nossa.
    No país, nossa energia ocupa a 95(nonagésima quinta) posição em um universo de 105 concessionárias.
    A mais cara do Brasil é a CERAL ARARUAMA, do RJ, vende a R$ 1,054/KWH. Mais cara que a nossa em 108,7128%. Sentiram o drama? Quem paga, aqui, R$ 100,00, lá pagaria meros R$ 208,7128.
    1 CELPA PARÁ R$ 0,703/KWH
    2 AmE AMAZONAS R$ 0,693/KWH
    3 ETO TOCANTINS R$ 0,647/KWH
    4 ELETROACRE ACRE R$ 0,582/KWH
    5 RORAIMA ENERGIA R$ 0,575/KWH
    6 CERON RONDONIA R$ 0,514/KWH
    7 CEA AMAPÁ R$ 0,505/KWH

  • Deveria existir fiscalização e solução por parte das autoridades competentes,porque a CEA nao esta nem ai faz o que quer com o usuário,a CEA e nos sabemos que não consumimos o que ela nos dobrar.NAO da nem satisfação,ficamos sempre no prejuizo.Isso e imoral,ilegal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *