CEA volta para as mãos de políticos

Antes de terminar abril haverá mudança na presidência da Companhia de Eletricidade do Amapá – uma das piores empresas do país.
Sai o engenheiro Ângelo do Carmo, funcionário de carreira da Eletrobrás Eletronorte, e entra Rubens Alves Gomes, funcionário da Câmara dos Deputados.

Rubens Gomes é assessor da deputada Jozi ex-Rocha Araújo (PTN-AP) e indicado por ela para o cargo.

Em entrevista ao Diário do Amapá, o ainda presidente Ângelo do Carmo confirmou sua saída e disse que “foi coisa resolvida lá pela Casa Civil da Presidência.”
A posse do novo presidente só depende da reunião do Conselho de Administração da CEA  que deve ser realizada na próxima semana.
Fala-se que a mudança faz parte daquele balaio de cargos por votos contra o impeachment.
  • Essa medida faz parte do “pacote de bondades” do governo para tentar barrar o impeachment da Dilma.

    Algo semelhante está ocorrendo em relação ao processo de transferência das terra da união para o estado, alguns deputados estão vendendo seus votos em troca do controle sobre as terras amapaenses, imaginem a avalanche de legalizações de terras griladas que vem por aí.

    Pequenos agricultores e quilombolas serão os primeiros a serem atingidos.

  • A Cea já estava no segundo tempo, com essa mudança, entrara na prorrogação, certamente ficara esperando o jogo acabar (intervenção)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *