Merenda e mertiolate são sagrados, dizia prefeito do interior

Tão logo assumiu  a prefeitura de um interior, o prefeito nomeado pelo governador Barcellos (naquela época os prefeitos não era eleitos, eram nomeados) reuniu sua equipe e avisou:
“Merenda das crianças e mertiolate são sagrados. Mexer nisso é pecado. Se alguém afanar a merenda das crianças e o mertiolate vai pro inferno, mas antes disso vai passar uma temporada na cadeia porque eu mando prender. Estão avisados!”

O que ele quis dizer é que não admitiria, de jeito nenhum, desvio de recursos da educação e da saúde.

E todas as vezes que fazia reunião com seu secretariado reforçava o aviso.
Deu certo. Nenhum centavo sequer foi desviado das duas pastas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *