Parlamentares destinam R$ 19 milhões para ações de enfrentamento aos efeitos sociais da pandemia

Novas ações de proteção social serão desenvolvidas em Macapá com a emenda destinada pelo senador Randolfe Rodrigues (REDE) para o programa de Auxílio Alimentação.

O parlamentar recebeu as informações sobre os novos projetos em reunião na Prefeitura de Macapá na manhã desta terça-feira (13) em que participaram o prefeito Antônio Furlan, o deputado Luiz Carlos, a vereadora Luany Favacho, o secretário do Gabinete Civil, João Henrique Pimentel, e a secretária de Assistência, Patrícia Ferraz.

Execução de emendas
Randolfe, juntamente com os deputados federais Acácio Favacho (PROS) e Luiz Carlos (PSDB), destinaram cerca de R$ 19 milhões para ações de enfrentamento dos efeitos sociais da pandemia na capital amapaense.

De acordo com o Município, serão adquiridas mais 2.200 cestas básicas este ano com os recursos destinados pelos parlamentares. Outra novidade é o vale-gás, que será garantido com R$ 178 mil das emendas.

Além disso, serão mais R$ 84 mil para aluguel social e cerca de R$ 530 mil para kit bebê.

A Prefeitura informou ainda que prepara a entrega de 659 cartões de vale-compras a mototaxistas, taxistas e profissionais cadastrados na Companhia de Trânsito de Macapá (CTMac).

De acordo com o senador Randolfe Rodrigues, as ações têm o objetivo de consolidar medidas de proteção social para enfrentar a desigualdade em Macapá.

“A pandemia colocou uma grande parcela da população em situação de vulnerabilidade social. Precisamos enfrentar a desigualdade que bate a porta das pessoas com iniciativas que garantam comida no prato dos amapaenses”, destacou o parlamentar.

Alimenta Amapá
Durante a pandemia, para o enfrentamento da fome, Randolfe tem destinado recursos de emenda parlamentar para programas de auxílio alimentação nos municípios do estado.

Ao todo, já foram destinados somente este ano R$ 6,8 milhões para ações de segurança alimentar, como a entrega de cestas básicas em Mazagão e a entrega de cartões de vale-compras em Macapá e Santana.

O público-alvo da iniciativa, batizada pelo senador de “Alimenta Amapá”, são trabalhadores de diferentes categorias como autônomos, taxistas, mototaxistas, garçons, motoristas de aplicativos, empregadas domésticas, dentre outras, além de famílias de baixa renda.

(Texto: Júlio Miragaia – Ascom senador Randolfe Rodrigues
Foto: Lee Amil)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *