Peixe vivo na Semana Santa

Se depender do Governo do Estado e da Prefeitura de Macapá não vai faltar peixe – e com precinho camarada – na Semana Santa.
O governo estima que serão comercializadas cerca de 150 toneladas de pescado resfriados e vivos no período de 16 a 19 de abril em todo o estado no programa Peixe Popular.

A Agência de Pesca do Amapá (Pescap) já definiu os pontos de comercialização de pescados pelo Projeto Peixe Popular durante a Semana Santa. Serão 17 pontos distribuídos entre a capital e demais municípios: em Macapá (9) e em  Santana (5), Porto Grande (1), Itaubal do Piririm (1) e Vitória do Jari (1). Os pontos de venda ainda não foram divulgados.

A coordenadora do Projeto Peixe Popular, Euleny Pereira, informa que os preços variam entre R$ 7 e R$ 15. “Diversas espécies estarão disponíveis à população, como pirapitinga, tamuatá, mapará e piramutaba. A dourada está entre as espécies que estarão mais caras”, adianta.

Prefeitura

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Semdec) já definiu os pontos do Peixe Vivo para a Semana Santa. O projeto será executado nos dias 16, 17 e 18 de abril. Serão três pontos diferentes em cada dia, além disso, terá a presença de agricultores, que farão a Feira da Agricultura Familiar, a partir das 8h.

Confira o calendário:
16/04 (terça-feira)
– Conjunto Macapaba – espaço reservado para feira (bloco-30);
– Brasil Novo – terminal de ônibus;
– Jardim Felicidade – em frente à UBS Marcelo Cândia.

 17/04 (quarta-feira)
Residencial Jardim Açucena – galpão dos empreendedores;
– Congós – Av. Claudomiro de Moraes com a 7ª Av. dos Congós;
– Zerão – segunda arena do bairro.

18/04 (quinta-feira)
– Laguinho – Praça Chico Noé;
– Cabralzinho – praça do bairro;
– Marabaixo III – arena esportiva do bairro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *