PF faz operação contra pornografia infantil em Macapá

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça, 29, a Operação Zero Byte*, dando
cumprimento a um mandado de busca a apreensão, expedido pela Justiça Federal no Amapá,
na residência de um homem de 29 anos, morador do bairro Perpétuo Socorro, na capital
amapaense.

Investigações da Corporação apontaram para o indivíduo, que armazenou e compartilhou ao
menos 17 arquivos caracterizados como conteúdo de pornografia infantil. Por meio de
dispositivos de investigação eletrônicos, foi possível constatar que ele fazia download de
imagens da rede de computadores. Posteriormente, disponibilizava tal conteúdo na internet
para outras pessoas que praticam esse tipo de delito.

As condutas apuradas até o momento incidem em crimes previstos no Estatuto da Criança e
Adolescente (ECA), sobretudo de armazenamento e compartilhamento de imagens contendo
pornografia infantojuvenil. As penas somadas, em caso de condenação, podem chegar a oito
anos de reclusão.

Em 2021, a Polícia Federal deflagrou cinco operações para repressão desse crime no Estado do
Amapá. Foram cumpridos doze mandados de busca e apreensão, além da prisão de quatro
pessoas. As ações são fruto de parceria que a PF possui com organismos internacionais voltados à repressão desses crimes.

*Zero byte diz respeito a um arquivo de computador que não contém dados, causado por uma
corrupção no disco rígido, cujo fator pode ser um software malicioso, em referência a quem
pratica esse tipo de crime de pornografia infantil.

(Comunicação Social da Polícia Federal no Amapá)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.