Polícia Civil desvenda roubo de R$ 200 mil e prende suspeita

Na manhã desta sexta-feira, 28, agentes da 9ª Delegacia da Polícia Civil prenderam uma mulher acusada de participação em um roubo ocorrido no dia 18 de setembro, em uma residência no bairro Jardim Equatorial, zona Sul da capital.

A mulher, identificada como Maria Zeneide Pereira Lobato, era empregada doméstica na casa onde o roubo foi praticado. Ela foi presa em sua residência, localizada no bairro Igarapé da Fortaleza, em Santana.

De acordo com o delegado Nixon Kenedy, que comandou a operação de prisão, busca e apreensão na casa da acusada, as diligências continuam pela cidade para cumprimento de mandados judiciais, cujo objetivo é localizar os demais suspeitos de participação no roubo.

Durante a ação os criminosos levaram cerca de R$ 200 mil em dinheiro e joias, segundo apurou a investigação. Ainda conforme o delegado, Maria Zeneide participou da ação repassando informações aos criminosos. Ela foi presa em virtude de um mandado de prisão expedido contra ela. Ao todo, cinco pessoas teriam participado do roubo.

A polícia descobriu que os ladrões usaram um carro de cor vermelha no ato criminoso, e chegaram a fazer uma simulação do assalto dias antes. No dia do crime a casa foi invadida e a família rendida, enquanto os ladrões vasculharam a residência em busca de dinheiro e joias. Uma criança com Síndrome de Down chegou a ser agredida pelos criminosos.

(Secom)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *