Polícia vai intimar advogado suspeito de espalhar fakenews

Ontem,  sexta-feira, 1 de maio, o Delegado-Geral de Polícia Civil, Uberlândio Gomes, tomou conhecimento por meio de várias postagem nas redes sociais, bem como via grupos de Whatsapp, de notícias consideradas, em tese “Fake News”, por meio de postagens e recursos audio/visuais, dando conta de forma falaciosa e leviana, que as autoridades governamental e municipal iriam decretar o lockdown (fechamento total do comercio).
Referidas notícias inverídicas causaram grande clamor na população, fazendo com que, a sociedade induzida em erro, se deslocasse de forma desesperada e abrupta aos supermercados, farmácias e locais de vendas de produtos de primeira necessidade, incorrendo aglomerações de pessoas, o que pode em tese, ter causado a contaminação em massa do coronavirus, eis que tais condutas vão de encontro as recomendações da Organização Mundial de Saúde.
Dentre as autorias das “Fake News” anunciadas, dão conta uma se tratar de um advogado, fato este que será imediatamente comunicado ao Conselho de Etica da OAB/AP, para que tome as providências no âmbito administrativo, eis que, no aspecto criminal, aludido advogado será intimado para ser interrogado, dentre outras pessoas que agiram de tal forma.
Diante do fato, o Delegado-Geral determinou, através de PORTARIA a instauração de inquérito policial para apurar eventual prática de infração penal, designando o Delegado Estefano como responsável pela apuração.
Frisou, ainda, por fim, o Delegado Geral que não será tolerada nenhuma conduta humana hostil que possa desafiar as normas de contenção da dissiminação do coronavirus.

(Texto: Portal da Polícia Civil do Amapá)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.