Randolfe vai à justiça para evitar aumento de 36% na tarifa de energia elétrica no Amapá

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) afirmou que vai entrar na justiça para evitar o aumento na conta de energia de mais de 190 mil lares amapaenses. A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) homologou o rejuste de mais de 36% na tarifa de luz no Amapá.

“É um absurdo. Mesmo com apagão atrás de apagão, a Aneel aprovou um reajuste médio na conta dos amapaenses que já sofrem com contas exorbitantes e um péssimo serviço”, disse o senador.

Na prática, o aumento será de 44,87% para consumidores de alta tensão e 33,29% para consumidores de baixa tensão.

De acordo com a decisão, o índice de reajuste tarifário anual das tarifas da CEA passa a vigorar a partir de hoje, 13 de dezembro de 2022, que conduz ao efeito médio a ser percebido pelos consumidores de 36,08%.

(Carla Ferreira)

  • Infelizmente existe um aparelhinho chamado medidor de energia que gira e marca o consumo no momento que a rede está presente. Se não tem energia, ele não mede nada. Portanto os apagões, embora sejam terríveis, não podem influenciar na tarifa.
    Se o desligamento for de um mês ininterrupto, será um mês de consumo zero.
    Não podemos confundir qualidade do serviço da concessionária local, com aumento de tarifa, em função de recomposição de custos disparados pela Neel.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.