A greve em Macapá

Em Macapá os manifestantes concentraram-se na Praça da Bandeira e de lá percorreram, com cartazes, faixas e palavras de ordem,  as principais ruas do centro. Segundo a CUT foram 10 mil pessoas. A PM garantiu a segurança, mas não informou o número de manifestantes.
Escolas, bancos, Ministério Público dentre outras instituições paralisaram hoje para que seus funcionários pudessem participar do ato. O comércio funcionou normalmente. Os ônibus pararam das 6h às 8h.

Veja as imagens:












(Fotos: Dulcivânia Freitas, especial para o blog)

  • Não devemos nos calar diante da corrupção que envergonha esse país, tão pouco pagar por ela.

  • HOJE, 28.04.2017, GREVE GERAL – NÃO COMPRE NADA, NEM NA PADARIA.
    Alcinéa, perdoe-me por fazer um questionamento “meio bobo”.
    A matéria afirma que o comércio “funcionou”, será que não funciona mais? Afinal o dia ainda não acabou e só chegamos na sua metade.
    Entretanto, pra mim, comércio “aberto” não caracteriza que esteja “funcionando normalmente”, pois o que vi, ainda a pouco, é comércio aberto onde as pessoas que lá estão são funcionários, ou seja, VAZIO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *