Cancelada greve dos rodoviários

O Sindicato dos Rodoviários voltou atrás e não vai mais realizar a greve dos ônibus, agendada inicialmente para o dia 26. A decisão é resultado da reunião ocorrida nesta quinta-feira, 20, com o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amapá (Setap) e intermediada pelo prefeito Clécio Luís.

O Setap ampliou a proposta de reajuste de 8% para 9% e garantiu reajuste do auxílio-alimentação, de R$ 240 para R$ 281 além de ampliação do vale-refeição para R$ 8.

Durante a reunião foi também discutido o anúncio do Setap de congelar o valor da tarifa em R$ 2,30 até o próximo ano. O congelamento, no entanto, está condicionado ao compromisso assumidos pelos governos estadual e municipal em isentar a tarifa de ônibus de impostos como ICMS, ISS e Taxa de Gerenciamento.

O prefeito Clécio se comprometeu em discutir com a CTMac a redução dos impostos municipais e ficou de discutir junto ao governador Camilo a desoneração do ICMS sobre o óleo diesel.

“É importante lembrar que a tarifa de R$ 2,30 é baseada em cálculo, atestado por perito oficial nomeado pela Justiça, ainda em 2010. É preciso lembrar que cidades que fizeram a redução tarifária nas ultimas semanas, já tinham dado reajuste este ano, o que não é o caso de Macapá, que tem uma tarifa congelada há 3 anos.”, lembra Décio Melo, presidente do Setap.

Além de congelar a tarifa urbana, o Setap anunciou o congelamento da tarifa da linha intermunicipal Macapá/Santana, em R$ 2,50.

No caso da isenção do ICMS sobre o óleo diesel, que compete ao governo estadual, a medida poderia reduzir consubstancialmente a tarifa, a exemplo do que aconteceu em vários municípios do Paraná, onde o governo do Estado a colocou em prática.

O presidente do Setap, Décio Melo, elogiou a habilidade do prefeito Clécio em conduzir a reunião. “Encaminhamos outras reivindicações, como melhoria da malha viária e reprogramação de linhas, para atender um número maior de usuários, e o prefeito prometeu atender a todas elas”.

(Texto: Renivaldo Costa, da assessoria do Setap)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *