City tour político

A Comissão de Turismo da Assembleia Legislativa (CTUR)  começa a  visitar os monumentos turísticos do Estado ainda neste mês de abril para elaborar um  relatório sobre a atual situação dos espaços e debater com o Governo do Estado  alternativas para receber os turistas em condições ideais.

As primeiras visitas serão aos pontos turísticos de Macapá, como  Trapiche Eliezer Levy,  Casa do Artesão, Fortaleza de São José, Parque do Forte,  Museu Sacaca e Marco Zero.
O que eles vão ver nessas visitas é o que todo mundo já sabe: o trapiche Eliezer Levy está para cair, é um perigo andar por lá com tantas tábuas soltas; o Parque do Forte, que era chamado de lugar bonito, hoje é o lugar feio, sujo, escuro e perigoso; e  Casa do Artesão  e Marco Zero precisam de reformas urgentes.

  • A situação de Macapá e do estado é triste. Os equipamentos públicos são inaugurados, mas não há nenhum plano de manutenção. A frente da cidade, que deveria ser o local mais aprazível da cidade está um horror. Da Fazendinha, passando pelo Araxá, até o Perpetuo Socorro o quadro é o mesmo, cheio de buracos e deficiências. Não tenho esperança nessa década de que algo vai mudar.

  • De turismo os deputados entendem bem, pois vivem “turistando” e ganhando muuuuuita diária.
    Aliás, se duvidar alguns devem ter pedido diárias por causa dessas visitas.
    Pobre Amapá.

Deixe uma resposta para Marcelo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *