Classificado para representar o Amapá na ISEF (EUA) estudante pede ajuda para adquirir a passagem aérea e não consegue

Estudante de geografia da Unifap, Adymailson Santos, 19 anos, foi classificado para participar da International Science and Engeneering Fair (Intel-ISEF), maior feira de ciências do mundo, que vai ocorrer nos dias 10 a 18 de maio, em Phoenix, estado do Arizona, Estados Unidos com o projeto “Wasmannia auropunctata: diferentes formas de comunicação na busca de alimentação”.
E isso deveria ser motivo de orgulho para o Amapá.
Se fosse em outro estado, o poder público e a iniciativa privada estariam estendendo tapete vermelho para o jovem. Mas no Amapá parece que ninguém se importa com isso e  Adymailson corre o risco de não ir.  Ele só precisa da passagem aérea Macapá/EUA/Macapá, pois as demais despesas como estadia, alimentação e transporte serão custeadas pela Intel-Isef. Repito: ele só precisa da passagem aérea e não está conseguindo. Já bateu à porta de vários órgãos públicos pedindo essa ajuda e como resposta só recebeu não. E isso, na minha opinião, é um absurdo. É vergonhoso.
Faço um apelo (e convido os leitores do blog a fazerem o mesmo)   ao poder público e a iniciativa privada: por favor, doem a passagem do Adymailson. Não permitam que o Amapá fique fora da maior feira de ciências do mundo.
Eis os contatos dele – celular:  9129 4307 e-mail:  [email protected]

  • Bela iniciativa deste politico misterioso…Só espero que esta passagem nao seja super faturada, igual aquelas que o MP está apurando ai na AL.
    Bom domingo e boa viagem

  • Como não disponho de recursos financeiros para ajudar o estudante só posso contribuir com uma sugestão ao mesmo considerando projetos futuros…. inscreva seus trabalhos em eventos nacionais de ciência e tecnologia e tente uma bolsa junto ao CNPq…entendo o entusiasmo em apresentar um trabalho num evento internacional mas não esqueça que no Brasil também temos eventos científicos de grande prestígio junto à comunidade internacional e com valiosas premiações.

  • Se fosse um filho de político, nem estaria aqui pedindo apoio. Meu filho, vc vai chegar lá e vai ser lembrado. Continue estudando, pra mudar os rumos deste Estado.

  • Encontrei a saida: pede Sarnei, cá,cá, cá,cá…Desculpa a brincadeira amigo da Unifap.
    Se você tivesse uma conta no Banco, eu iria colaborar. Sorte.

  • Eu conheci o Ad Nastos no Ifap, quando ele palestrou para os alunos sobre sua história. Fiquei realmente comovida. Apoio esse clamor do acadêmico e acho sim que o poder público deveria ter mais zelo com os representantes do estado em eventos como este e em outros como o esporte. Como você falou: deveria ser motivo de orgulho. Mas infelizmente, para “eles” tanto faz.

  • Infelizmente este não é um caso isolado. Os alunos de Filosofia da UEAP passaram o mesmo sacrifício para exporem os seus trabalhos científicos aceitos na USP! Viajaram esta semana para São Paulo sem nenhuma ajuda da Universidade nem do Governo do Estado… Lamentável.

  • Se o Governo não contribui com os alunos do Estado que ganham credenciais para participarem em Feiras Nacionais e que muitas vezes ganham premiações, imaginem os acadêmicos… Não somente deste, mas todos os outros governadores que passaram foi a mesma situação. Encaminha-se pedidos a SEED, nunca tem, mas tem passagens, estadias, ajuda de custos, para os chefes fazerem turismo com o nosso dinheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *