Destaque

cartacapital“Romário era o marrento. Tiririca, o palhaço. Jean Wyllys, o ex-BBB. Randolfe, a incóngita do PSol. Dois anos depois, poucos parlamentares foram tão assíduos, atuantes e corajosos no Congresso Nacional como eles”, diz a revista, em material especial sobre atuação dos quatro.
A Carta é uma das revistas mais  lidas e de maior credibilidade do país e ver um senador do Amapá ser destaque nela aumenta o meu orgulho de ser amapaense.

  • Quem acompanha a trajetória do jovem senador, Randolfe, dês de seu primeiro mandato como deputado estadual, já reconhecia seu caráter juvenil, para lembrar, seu trabalho com os pinchadores que emporcalhavam nossa cidade, seu posicionamento contra dois projeto de lei do então governador Capiberibe, embora compondo a base do governo, um desses projeto tratava-se de segurança vitalícia a ex. governadores, e o jovem mostrou maturidade e caráter publicamente contra. Certamente é uma nova safra de políticos, comprometidos em representar bem o povo que lhes ortogou direitos através do voto.

  • Existem politicos tão ruins e muitos por sinal, que fico de de cara dura quando os vejo sorrindo, raro meia dúzia consigo conversar com satisfação. Outro dia vi um ex- senador apropriador de tvs e rádios no amapá, fazendo papel ridiculo aq

  • Randolfe e Clecio são exemplares de uma boa safra de cidadãos que foram produzidos pelos quadros da UNIFAP, no início da década de 1990. Tenho orgulho de ter sido contemporâneo desses dois seres humanos extremamente comprometidos com o futuro desse país. Ninguem reconhece a UNIFAP, mas, a revolução ética que precisamos na nossa política para por lá e agora pela UEAP.

  • concordo quando vc fala em orgulho de amapaense, mais orgulhoso será, quando um deles for nascido e criado no Amapá.

    • Alguns dos politicos nascidos e criados no Amapá, apareceram na mídia nacional algemados. Aí, não dá pra ter orgulho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *