Sobre o vídeo da propina da R$ 100 mil e outras coisas

No dia 4 de junho de 2011 o Governo do Amapá  protocolou na Polícia Federal  notícia crime (veja o documento abaixo)  pugnando pela abertura de inquérito policial e solicitando a oitiva da então secretária da Educação Miriam Corrêa, do chefe do Núcleo de Admnistração da Seed, Emanuel Sávio Almeida,  e de um  diretor e  um advogado da LMS.
O motivo: De acordo com o governo, no dia 2 de junho, um advogado e um dos diretores da empresa LMS estiveram na Seed tratando sobre um pedido de prorrogação do contrato de vigilância. Na ocasião teriam dito ao chefe do Núcleo de Administração que o contrato teria que ser mantido a qualquer custo e exibiram para o servidor público  dois vídeos dizendo que se o contrato não fosse mantido os vídeos seriam divulgados na imprensa. Num dos vídeos aparece o marido de Miriam recebendo 100 mil reais de propina. É o vídeo exibido domingo passado no Fantástico, nas emissoras locais de TV e nas redes sociais na internet.

Naquele 2 de junho, Miriam Corrêa recebeu no seu celular a mensagem: “Tenho um vídeo que compromete seu marido com propina da vigilância, gostaria de ouvi-la antes de colocar no ar”. A origem da mensagem é o celular 9119-3565. Miriam considerou aquela mensagem uma tentativa de extorsão e comunicou o fato   à Procuradoria Geral do Estado e pediu providências. E foi assim que no dia 4 de junho, um sábado, por volta das 19h, o Governo protocolou a noticia crime na Polícia Federal.
Eis, parte do documento entregue à Polícia Federal:

a1pf2a2pf3

  • Alcineia, meus parabens pelo modo repassado e explicado para o cidadão Francisco, com certeza é mais um que pertence algum grupo, pode ser da harmonia, do empresario foragido Marba, empresarios que perderam licitações, dos deputados da AL ou amigo pessoais de alguns desses grupos citados, que perdeu algum cargo sem nenhuma função. Em vez de ficar questionando e deduzindo somente este governo, ate parece que so existe um lado da historia. Para mim é mais um de varios que foram atingido e deixados de mama na teta do governo atual! Como sempre digo: governar fazendo a diferença, incomoda muita gente.

  • È bom que divulgue isso. Acho que a a Cláudia e o Camilo podem até ter alguns defeitos, mas certamente a corrupção não está entre eles. É mais uma reles tentativa de colocar todos os políticos do Amapá, no mesmo caldeirão de imundície, com o qual somos obrigados a conviver. No fim a verdade prevalecerá o engodo não . O mal jamais vencerá o bem.
    Alcione

  • Bom o interessante nesta ”historinha” que nunca vi NEM o MP nem a PF se pronunciar a respeito de ”montagem” ou ”vídeo adulterado”, nem pericia que comprove a afirmação do documento acima . Porém o que se vê é a tentativa de mudar de foco, pois não entendo como o Marido da ex- Secretária de Educação, que era na época gerente em uma das agencias da CEF, está pegando dinheiro(R$ 100 mil) ´já que ele deveria esta no exercício de sua função como funcionário da CEF. Pois, DIFÍCIL É JUSTIFICAR O INJUSTIFICÁVEL?????????

    • A data do “recebido” está na primeira lauda. Eu postei, como ressaltei, parte do documento.

  • Interessante que esse documento não tem um timbre de nenhum órgão, seja do governo ou da delegacia a qual foi registrado, se for um boletim de ocorrência. Não tem data e assinatura, somente uma rubrica que não dá para saber de quem é, enfim, poderia ser feito hoje esse documento, por exemplo. Porque não foi divulgado na época e porque a polícia não tomou providência na época, se é que é verdade que foi feito essa ocorrência naquela época?

    • Boa tarde, Francisco.
      O documento tem timbre, assinatura do Procurador Geral do Estado, carimbo e assinatura de quem recebeu o documento na PF, horário, etc. Se não tivesse tudo isso eu jamais postaria aqui no blog. E como ressaltei no post “Eis, parte do documento entregue à Polícia Federal”.

      • Porque não foi divulgado na época e quais as providências tomadas pela PF? Porque não divulga o documento completo?

        • Caro Francisco, sempre achei que os leitores deste blog são leitores também das grandes revistas, jornais nacionais, importantes sites e telespectadores de programas jornalísticos. Portanto, acostumados a verem trechos (apenas trechos) de documentos, agendas, vídeos etc. Jornalisticamente é assim. Como disse anteriormente não seria irresponsável de publicar algo sem que eu tivesse o documento na íntegra. Não pretendo “alugar” meus leitores nem usar um enorme espaço no blog pra postar o documento completo com aquela xaropada inicial. A não ser que grande parte dos leitores me cobre isso. Mas posso enviar para o seu email. Me passe teu email que te envio agora mesmo.
          Não divulguei na época porque não tinha. Quanto as providências tomadas pela PF a PF ainda não divulgou, mas imagino que esteja investigando tudo. Assim que eu tiver acesso publicarei.
          Tenha uma boa noite
          P.S – Fico aguardando seu email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *