Um olho na santa e outro nos larápios

Bandido que é bandido não respeita nem a santa padroeira da Amazônia e enquanto os fiéis estão rezando na procissão, a bandidagem aproveita para bater carteira, tomar relógio e celular.
Por isso o comandante do 6º Batalhão da PM, tenente-coronel Cláudio Braga, alerta para alguns cuidados que devem ser tomados pelos fiéis durante o Círio:  não levar para a procissão objetos de valor à mostra. “Se tiverem que fazer o uso do celular, por exemplo, que o faça em um local seguro”, aconselha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *