Uma boa – Curso de reeducação alimentar

A Prefeitura de Macapá, em parceria com o Serviço Social da Indústria (Sesi), realizará o curso de Reeducação Alimentar, no CEU das Artes. A qualificação faz parte do Programa Cozinha Brasil e ofertará 100 vagas à comunidade, com inscrições gratuitas, que estarão abertas de 12 a 21 de março.

O Município se alia a ideias de sucesso, e o Programa Cozinha Brasil é uma delas. Ao combinar três ingredientes fundamentais para uma boa refeição – qualidade, economia e sabor, o programa ensina a população a preparar os alimentos de forma inteligente e sem desperdício. A meta é apresentar às pessoas formas criativas e baratas de

cozinhar, acrescentando o consumo de verduras, frutas e legumes nos pratos. O resultado é boa alimentação com economia.

A iniciativa, em andamento desde 2004, insere na vida da comunidade cardápios com alto valor nutritivo e baixo custo, aproveitando todas as partes dos alimentos, inclusive o que normalmente é dispensado, como caule, talos, cascas, folhas e sementes. Os profissionais do Sesi ensinam receitas saborosas e nutritivas, respeitando as diversidades regionais. O curso é ministrado em unidade móvel, equipada com cozinha experimental e didática.

Serviço
Inscrições:
 12 a 21/03, no CEU das Artes
Realização do curso: dias 24, 25 e 26/03
Local de realização: CEU das Artes (Av. Carlos Lins Cortes, em frente à UBS do Infraero II)
Horários das turmas: 8h às 11h e das 14h às 17h

(Rita Torrinha/Asscom PMM)

  • Muito louvável a iniciativa, agora só para não cair no esquecimento, o senhor prefeito em seus discursos na campanha eleitoral prometeu de imediato a realização de concurso público, porém até o momento não fez nenhum concurso público (educação, saúde,etc). Isso é uma vergonha, pois entra ano e sai ano e os cargos comissionados proliferam na administração pública, isso era para ser uma excepcionalidade, mas virou regra. Tudo indica que o prefeito socialista faz parte da mesma farinha dos demais q ele tanto critica.
    Acorda Clécio, eleições ganhamos nas propostas e não nos cabrestos. (serve para o Waldez tbm)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *