Viaturas do Bope no Amapá podem parar por falta de manutenção

“O Bope  passa por situações estruturais precárias de funcionamento”, foi o que a deputada estadual Luciana Gurgel (PHS) ouviu do próprio comandante do Batalhão, tenente-coronel Jackson Rodrigues, na visita que ela fez esta semana ao Batalhão.
No Bope apenas quatro viaturas estão rodando, mas, segundo o que Rodrigues disse à parlamentar, podem parar a qualquer momento por falta de manutenção.
O ônibus que transporta a tropa já está parado por falta de uma peça que custa apenas R$ 5 mil.
E assim a bandidagem comemora, solta foguetes e faz a festa promovendo assaltos a toda hora e em todos os cantos da cidade, até em escolas.

  • Você não vê essas informações nas redes de comunicações BEIJA FLOR do EX SENADOR (EX) porque ainda tem gente que o chama de SENADOR. A noticia verdadeira se vê aqui JORNAL O DIA. Obrigado.

  • Realmente a bandidagem comemora e eu ja não aguento mais esses discursos dos nossos governantes em apontar as gestões passadas como culpadas por essas situações. Vamos trabalhar gente e esquecer picuinhas politicas.

  • Pra ser policial tem é que fazer milagre, com um orçamento de 7 milhões anuais para toda a Policia Militar do Estado seria piada se não fosse verdade, enquanto Assembléia, TCE, Ministério Público e outros ficam com uma fatia boa dos recursos ..e o retorno a sociedade, qual é?????

  • O que se lê aí não é privilégio da policia do Amapá. Outro dia saiu uma reportagem na TV onde mostrava a precariedade das UPPs do Rio de Janeiro. O que acontece é que aquela frase que a bandidagem diz quando te assalta, perdeu…, perdeu…, é verdade. A sociedade perdeu para a corrupção e para a bandidagem. É duro mas é real.

  • É a marca da gestão do Waldez. Se fosse no governo do Camilo (também incompetente), a imprensa que dá cobertura à Turma da Harmonia, estaria vomitando pelos quatro cantos do Amapá. Zé povinho, cria vergonha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *