Glycerão 65 anos – o repórter e o craque

paulaoJornalista Paulo Silva entrevista o craque Bein

  • Bons tempos. Sené, Bein, Zé preta, Thiago, Camecran, Ananizio, Vitor Jaime, Edinho, entre outros craques, deram muitas alegrias ao Carcará da vila maia. Hoje só resta as lembranças dos tempos que o Independente e clubes tradicionais como Macapá, Trem, Independente, Oratório, Ipiranga, São José, Amapá Clube conseguiam encher o glicerão dando grandes espetáculos de futebol. Lembro bem que não perdia nenhum jogo do Independente. Atualmente não vemos mais craques em nosso futebol. Os clubes contratam um bando de jogadores medíocres do combalido futebol paraense e de Estados próximos, que não servem nem para jogar peladas nas praças de Macapá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *