Macapá antiga

torre11957 – Construção da torre da Igreja Nossa Senhora da Conceição – Bairro do Trem – Macapá-Amapá

  • Bairro do Trem, onde todo mundo vive bem, bairro familiar onde todos os moradores se conhecem, bairro onde nasci e me criei

  • Bairro do Trem, onde morei por 27 anos. Vi construir a Torre da Igreja, joguei no Ypiranga, time do meu coração, onde fui campeão invicto, estudei na Escola Padre Dário, corri muito dos cascudos do Padre Vitório Calleani, fui membro da JOT (Juventude Oratoriano do Trem, com muito orgulho, sou muito feliz por ser amapaense da gema, mesmo hoje morando há 41 anos em São Paulo, mas todo ano volto a Macapá, pois ainda tenho irmãos morando na b,la Mcapá, na Avenida Ataíde de Teive, no. 957 Bairro do Trem

  • Sempre as pessoas perguntam se sou de Macapá: sim sou nasci no Trem, nasci na rua do Ipiranga (meu time de coração), Av, Felipe Camarão, sob as bençãos de Padroeira N.S. da Conceição, que nasceu neste bairro, sabe o valor de praça; da missas que atravessamos o campo de areia para assistir. Até hj passo todos os dias nessa praça e sempre as recordações voltam.

  • Amiga Alcinéa, aquele barracão do outro lado da praça, e que a perspectiva faz aparecer na imagem ao lado do monumento à santa, foi o local onde funcionou inicialmente o Cine Paroquial. Não sei se tinha outras utilidades, mas era onde funcionava o cinema da paróquia, ou do Padre Vitório. Recém chegado da Fazendinha, na primeira metade dos anos 60, frequentávamos o movimento das Cruzadas, na Igreja de N. S. da Conceição. Aos sábados pela manhã, o padre Vitório sempre reunia a garotada do bairro do Trem, dividido em setores: Vacaria (alusão à vacaria do “seu” Barbosa), e meu setor por morar na av. 13 de Setembro, Elesbão, Sindicato, Barrigudo. Parece que tinha mais algum, mas não me lembro. Após o futebol, o padre Vitório reunia na igreja toda a molecada, dava o seu recado, e depois nos levava para o dito barracão, onde sempre assistíamos à primeira parte do filme do domingo. [Da série Tempos de Criança].

  • senão o melhor Bairro de Macapá o Trem, o que nos deixa triste foi a extinção da escola Padre Dario que ficava coladinha a igreja onde vivenciei as series iniciais de estudante.

  • Concordo Alex Anderson, José Ronaldo e Jorge. O bairro do Trem é tudo de bom. Nasci no Jesus de Nazaré, moro no Zerão, mas fui adotado pelo bairro do Trem. Um dia vou morar neste glorioso bairro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *