Macapá era assim

eraPraça Veiga Cabral
A Igreja de São José tinha só uma porta e a praça era iluminada por um lampião

  • Alcinéa esse seu site esta uma aula de história completa parabéns!!! Fico feliz em ver a minha Macapa Antiga divulgada na net mostrando a identidade dos amapaenses.

  • Aluízio, bem mais pra trás, nesse prédio funcionou o hospital geral, atrás era a maternidade, onde nasci, as 2 da tarde de 7 do 9 de 45. Quando deixou de ser hospital, também funcinou no local o posto de radiotelegrafia do governo do então território do Amapá. Se não me engano, o Colégio Amapaense. também funcionou por lá. Vou pesquisar e depois informo melhor.Aluízio, até 8 anos atrás, ainda possuia um chaveiro num formato de navio que ganhei do seu Teixeirinha, mas infelizmente roubaram minha coleção de chaveiros, que pesava 8 quilos.Seu Teixinha possuia um mostruário vários navios em miniatura no posto e na sala de sua casa, que ficava atrás da casa do Wilson Sena, na vila dos operários. Lembras? Por anda o Carlos? Um abraço.

    • Olá Milton,
      Carlos e a mamãe moram em Belém, e eu fiquei aqui pelo nordeste, em Recife. É um prazer muito grande vêr essas fotos que a Alcinéa publica, relembrar esses tempos, locais, histórias e principalmente as pessoas que conviveram conosco! Realmente bate uma saudade… Grande abraço!

    • Milton, a casa do seu Teixeirinha não foi sempre ali na Leopoldo Machado?
      Quando conheci o Aluízio era ali. Até hoje quando passo lá na frente – e que está completamente mudada – bate uma saudade danada do meu amigo Aluízio.

      • É vero alcinéa. Ficava entre a casa do Wilson Pontes de Sena( vila dos operários e casa da dona Raimunda(trabalhava com compra e venda de minérios), senão me engano, hoje é/ou foi, a residência do amigão Haroldo Pinto Pereira. Ok? bjs, me liga.

      • Era na Leopoldo Machado… mas qdo. eu nasci, morávamos na Procopio Rola, ao lado da casa do (saudoso flamenguista) Dr. Alberto Lima. Nessa época, papai trabalhava no governo, época do Janary Nunes… eita que é história… saudade de vocês!!

  • Verdade, parece mesmo uma pintura do Peixe. Lembro que o prédio ao lado (esquerdo) na época da ditadura, era a central de polícia. Meu pai Leopoldo e o irmão dele Clóvis foram presos ai nessa época… existe algo escrito sobre esse fato… vou procurar. Linda foto, como sempre!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *