A festa dos 256 anos de Macapá

000bCom missa, encontro das bandeiras, marabaixo, shows musicais, literatura, artes plásticas e muita alegria a Confraria Tucuju, em parceria com o Governo do Estado e Prefeitura, comemorou ontem os 256 anos de Macapá no centro histórico da cidade.
Já tradicional, a festa da Confraria a cada ano fica maior e melhor. E é lá, no Largo dos Inocentes, no centro histórico, que após a missa e o corte do bolo, todo mundo se encontra. É o maior encontro de gente de todas as idades e classes sociais festejando o aniversário de Macapá.
A festa começou com fogos tão logo surgiram os primeiros raios de sol e só terminou por volta das 22h com um belíssimo show de Lia Sophia com todo mundo cantando e dançando.

SO artista plástico Herivelto Maciel e suas obras nas quais usa tinta extraídas do açai e do urucu

SNa Tenda da Literatura  exposição e venda de livros, varal de poesia, leitura e bate-papo com escritores. Mais de cem livros de autores amapaenses foram vendidos

S

000aO prefeito Clécio tocou caixa e cantou marabaixo homenageando Macapá

000cE todo mundo dançou e cantou com Lia Sophia, encerrando as comemorações de aniversário da cidade

(Fotos: Márcia do Carmo, Mariléia Maciel, Andreza Gil e Alcinéa Cavalcante)
Veja mais fotos no blog Repiquete

  • Prefeito deve estar ensaiando (dançar..rs) para as próximas eleições p/a PMM.Vejo a boa vontade dele em “ajeitar” Macapá,mas acredito que esteja faltando mais empenho por parte de seus subordinados.Delegar poderes,não é deixar a coisa correr frouxao,tem que cobrar,fiscalizar.Outra,me parece que Clécio,assim como Camilo,gostam de trabalhar com pessoas que vivem fora do estado,melhor dizendo,paraenses e outros.Se estes são pessoas de confiança,nada mais justo trabalhar com estes,mas nada mais justo tb é confiar em quem conhece e vive a realidade do dia a dia em nosso estado.Muitos apadrinhados vindo de fora do estado p/ocupar cargos na PMM e GEA,fato.Sou uma eleitora e cidadã amapaense que é contra esta prática.Não sou adepta do slogan “santo de casa,não faz milagres”,pq os vindo de fora fazem e vão embora com os bolsos cheios p/gastar em outras plagas.

  • Muito linda a festa. Só tem um problema. Acho que os SHOWS deve ser desmembrados do resto da programação que os antecede. A tarde ficou muito cheio e, o pior de tudo, com muitos PORRES que estavam ali desde sedo, ficando o local um clima um pouco pesado para levar família com crianças. Levei a minha e não gostei, não passei 10 minutos. Parabéns à Telma Duarte pelo empenho e dedicação a nossa cidade. PARABÉNS A MACAPÁ.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *