Eles tem a cara de Macapá

Macapá 256 anos

confraEles sabem muito sobre esta cidade, seus moradores, cultura e tradições. Se destacaram no samba e no futebol. Sobral é inesquecível como “puxador de samba” de Maracatu da Favela nos antigos carnavais. Participou de festivais da canção e com amigos criou o conjunto “Café com Leite” para tocar e cantar samba da melhor qualidade.
Cristiano – o Raimundo Maia Barreto – durante décadas foi o único tocador de cuíca que existia por aqui. O ronco da sua cuíca ecoava no carnaval na bateria de Piratas da Batucada. Cristiano foi jogador e árbitro de futebol. Dizem que ele era tão danado em campo que certa vez bateu o escanteio, correu para cabecear e fez o gol.
Os dois hoje estão aposentados e sempre à tardinha estão na Confraria Tucuju contado causos, piadas e histórias de Macapá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *