Macapá tem…

umacasaCasa com janelas venezianas, sem muro e sem grades

E como é bom de tardinha, colocar as cadeiras na frente da casa (que parece que foi plantada no meio de um bosque) e jogar conversa fora com os amigos, tomando um cafezinho ou um suco de maracujá.

“Venezianas que não sejam verdes são um revoltante crime contra a natureza.” (Mario Quintana)

  • Que legal! Morei em uma casinha assim, toda verde, lá na Presidente Vargas, no nosso antigo bairro da CEA. Só não tinha essa touceira de açaizeiros, que ficam belíssimos em qualquer casa.

  • Linda a fotografia e a casa simples, também! Ficou ainda melhor com Quintana, que como ninguém, sabia retratar a pureza e a simplicidade das coisa do cotidiano…!

  • Venezianas, quem não teve uma casa com janelas assim? Renato Russo estava completo de razão, “Nada que foi será, igual ou do jeito que já foi um dia”
    Sds,

  • Quintana não é aquele poeta e escritor gaúcho muito bom que ABL deixou de lado em prol de um tal marimbondo de fogo?

  • Poesia, sensibilidade, pureza, simplicidade e nostalgia – esta foto concentra todos estes elementos. Parabéns, poeta Alcinéa!

  • Essa humilde residência fica no Amapá ? com a onde de violência que assola o país, sei nao… o proprietário é protegido pelos deuses!
    – Um comentário particular: – prefiro venezianas sem tinturas, afinal, a natureza e o planeta agradecem!
    Bom dia ai.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *