Mas é muito abuso

canal

Gente abusada ou sem noção estava aterrando parte do canal do Beirol e construindo um deck. Uma denúncia anônima levou os fiscais da Prefeitura ao local. Ao avistá-los, o sujeito que trabalhava na obra fugiu em desabalada  carreira sumindo numa área de ponte. Uma equipe mecanizada da prefeitura recolheu todo material – cerca de duas carradas de aterro e várias peças de madeira que estavam montadas para sustentar a terra, além de um carrinho de mão, uma pá e uma enxada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *