O cais do Perpétuo Socorro

SDezenas de barcos – de vários tamanhos – ancoram todos os dias no cais do Perpétuo Socorro

SEles vem de comunidades próximas trazendo açaí, cana, verduras, legumes, mel, porcos, patos, galinhas, ovelhas, tucupi, uma infinidade de frutas para vender em Macapá.

S
Em outros, a família inteira vem passear, fazer comprar ou visitar parentes na cidade. Há também os que chegam com doentes em busca de tratamento médico ou grávidas para fazer o pré-natal.
O movimento não para. O cais do Perpétuo Socorro é um dos mais movimentados.

S
E foi neste cais que na madrugada de hoje um barco explodiu. O fogo se alastrou e atingiu outras seis embarcações, que foram totalmente destruídas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *