• Roque o carro foi parar na lagoa? que história, rs
    Lembro quando eu era criança e tinha os pedalinhos da Floriano, que saudade! Pra mim continua sendo a praça mais bonita e, por incrivel que pareça é mais bem cuidada que o Parque do Forte.

    • O carro desceu a ladeira a foi parar na lagoa. Não sei muitos detalhes da retirada do carro, porque eu não estava presente. O “seu” Edilson tinha uma loja de venda de redes na Cândido Mendes, no mesmo quarteirão da antiga Casa Belém.

  • Nas imediações ficava a casa do “seu” Edilson, pai do Cândido, que a molecada do Barão apelidava de “camarão”. Certa vez, meu pai Roque Batista foi fazer uma visita ao amigo Edilson e deixou o opala branco estacionado na frente da casa. Quando retornou, o carro havia sumido. Acontece que meu pai, barbeiro ao volante como era, não acionou o freio de mão e o carro desceu a ladeira e só foi para na lagoa dos sapos, hoje pça. Floriano Peixoto.

  • Tai um logradouro público da city que eu acho um encanto,só precisa ser mais cuidado,iluminação muito fraca.Na verdade as ruas e avenidas de Macapá tb são muito escuras.

    • Concordo com você. É um dos mais belos lugares dessa maltratada urbe. Deveria ter manutenção a altura de tal beleza.
      Mas estamos em Macapá e a época do Zé Pracinha acabou, faz tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *