Anti-muro

Em 1969 foi realizado o I Festival Amapaense da Canção. A canção vencedora foi “Anti-Muro” (Letra de Alcy Araújo e música de Nonato Leal) interpretada por Célia Mont’Alverne.
Eis a letra:
“Vamos quebrar com o nosso canto
o desencanto e o muro da dor .
Levemos pássaros e uma flor
o amor e as mãos cheias de esperança
e também o riso de criança.
Derrubemos o muro duro
e as amargas proibições
e nos corações compomos as canções
e o sol que apague este escuro
Vestiremos azul ternura
para encontrar a paz negada
feita de sal
de sol
de sul azul
azul loucura azul ternura pura
Depois do muro está o sol
está o caminho do amor
amor sem dor
e a flor rosa da madrugada
Minha canção protesta com razão.”

(A Comissão julgadora era composta por Antonio Munhoz Lopes, Walkyria Lima, Elza Khóler Cunha, João de Oliveira Cortes,e Sillas Assis)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *