Retrato em preto-e-branco

1972-Janjão-e-Jomasam-Janjao1972 – Radialista João Lázaro e o cantor e baterista José Maria Santos, na Rádio Difusora de Macapá

João Lázaro fazia parte da elite dos mais badalados DJs dos anos 60 e 70 e apresentava um dos programas mais ouvidos do rádio amapaense: “Iê, Iê, Iê, Sessão das Cinco”.  Radialista dos bons, era também funcionário da Prefeitura Municipal de Macapá. Hoje, aposentado, mora em São Paulo e  edita o  Porta-Retrato, blog onde posta fotos antigas e raras e fala da história e memória do Amapá.

José Maria Santos, menino criado nos bairros da Favela e Laguinho, chegou a ser considerado o melhor baterista da região Norte. Tocou em quase todos os conjuntos da época e fez parte da primeira formação da bateria da escola de samba Piratas da Batucada, por onde ganhou o título de “Tamborim de Ouro” do carnaval amapaense. Excelente intérprete, fazia sucesso nos festivais da música amapaense e defendendo música de Isnard Lima ganhou o troféu de Melhor Intérprete. José Maria Santos virou Jomassam, cantor de sucesso na Guiana Francesa. De vez em quando visita Macapá e nos encanta cantando divinamente bem.

(Foto: acervo do João Lázaro)

  • CADA HUM EM SUA ÁREA.( MUSICA E RÁDIO)
    JOÃO LAZARO E JOSE MARIA “BATERISTA” COM QUEM CONVIVI NOS PRIMEIROS MOVIMENTOS DOS FESTIVAIS DE MPB EM MACAPÁ E NOS ‘OS JOVIAIS’. ASSINARAM COM DESTAQUE SUAS PARTICIPAÇÕES NA VIDA CULTURAL DO AMAPÁ.
    JOAO HA POUCO RECEBEU MEDALHA COMEMORATIVA POR TUDO ISSO, E ZE MARIA BATERISTA COMO LI CONTINUA CANTANDO E MOSTRANDO SUAS ARTE.
    APLAUDO OS DOIS. DE PÉ…DEMORADAMENTE.
    LUIZ JORGE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *