Doce, doce amor – Jerry Adriani

Ídolo da Jovem Guarda, o cantor Jerry Adriani morreu hoje aos 70 anos, hoje à tarde no Rio de Janeiro.

Jerry Adriani, cujo nome de batismo é Jair Alves de Souza, começou a carreira em 1964 cantando em italiano, Seu primeiro disco foi   “Italianíssimo”. No ano seguinte passou a cantar em português e lançou o disco  “Um grande amor” e não parou mais, inclusive incentivando novos artistas. Consta que ele foi um dos primeiros a incentivar Raul Seixas de quem gravou as músicas ”Tudo que é bom dura pouco”, “Tarde demais” e “Doce doce amor”.

Além de cantor, Jerry atuou na televisão, cinema e teatro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *