Erasmo Carlos – Amar pra Viver ou Morrer de Amor

Vamos reviver nativos sentimentos
Vamos editar os bons momentos
Depois passar o filme por aí

Vamos evitar veneno em nosso vinho
Não deixar que as cepas se embriaguem
Do sangue que semeia o nosso chão

Guerra, mas só se for
Guerras de amor
Mísseis de flores, flores, flores
Bombas de isopor

De repente, mergulhar com otimismo
E nadar nas águas turvas do abismo
Evitar que mais de mil persiga um só
Viemos do mesmo pó
Fim ao desamor

Amar pra viver (Amar pra viver)
Ou morrer de amor (Ou morrer de amor)
Amar pra viver (Amar pra viver)
Ou morrer de amor (Ou morrer de amor)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.