40 x 25 = Vergonha!

Do Congresso em Foco

Após liberar emendas e trocar deputados, governo consegue rejeitar parecer para investigar Temer

Depois da liberação de bilhões em emendas parlamentares e da troca de mais de 20 deputados na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, o governo mobilizou a base e conseguiu, por 40 votos a 25, a rejeição do parecer do deputado Sérgio Zveiter (PMDB-RJ) pela admissão da denúncia contra o presidente Michel Temer por corrupção passiva. Mesmo rejeitado na CCJ, o relatório favorável à acusação, encaminhada ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, será levada ao plenário para a votação definitiva, onde precisa de pelo menos 342 votos para continuar sob exame do STF. Na hipótese de rejeição, o processo contra Temer é suspenso e retomado quando o peemedebista deixar o posto de presidente da República. Anunciado o placar, o presidente da CCJ, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), designou Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG) como novo relator para a denúncia, a quem caberá apresentar parecer de mérito com conteúdo divergente do textos vencido. (Leia a matéria completa aqui)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *