Ayres Britto defende Lava Jato e diz que operação é irreversível

Da Agência Brasil

O ministro aposentado do Supremo Tribunal FederalCarlos Ayres Britto defendeu hoje (13) a Operação Lava Jato e disse que a ação é irreversível. “O Brasil, a partir da Ação Penal 470 [o mensalão], deu um tranco na cultura da impunidade de pessoas postadas nos andares de cima da sociedade, e a Lava Jato segue nessa direção”, disse ele, ao receber o Prêmio FGV de Direitos Humanos, na sede da Fundação Getulio Vargas (FGV).

“Inflexão histórica de que a Ação Penal 470 [o mensalão] é verdadeiramente representativa, sequenciada pela igualmente necessária e emblematicamente irreversível Operação Lava Jato”, afirmou. (Leia mais)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *