Investigações indicam “com vigor” corrupção passiva de Temer e Loures, diz PF ao Supremo

Do Congresso em Foco

O conjunto de indícios constante do inquérito que investiga Michel Temer e o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), um dos principais aliados do presidente, indica “com vigor” a prática de corrupção passiva. É o que diz trecho do relatório preliminar que a Polícia Federal entregou na noite de ontem (segunda, 19) ao Supremo Tribunal Federal (STF), com pedido de mais cinco dias para apurar o eventual cometimento dos crimes de associação criminosa e obstrução de Justiça.

No documento encaminhado ao ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no STF, a PF diz que tentou ouvir os argumentos de ambos os investigados, mas não obteve êxito na tarefa. “Diante do silêncio do mandatário maior da nação e de seu ex-assessor especial, resultam incólumes as evidências que emanam do conjunto informativo formado nesses autos, a indicar, com vigor, a prática de corrupção passiva”, diz trecho do relatório.

O documento, tornado público nesta terça-feira (20), acusa Temer, com a participação providencial de Rocha Loures, de aceitar repasses ilícitos em troca de providenciar vantagens indevidas para o Grupo J&F, controladora da JBS – de propriedade dos irmãos Joesley e Wesley Batista, (Leia mais)

  • Por essas e outras “falcatruas” operacionalizadas por àqueles que deveriam buscar a melhoria da qualidade de vida do povo brasileiro é que, atualmente, o nosso país, apesar da sua grandeza, é transformado em insignificante. Por isso que o “Le Monde”, maior jornal francês, em matéria, cujo título “L’ÉTOILE PÂLIE DU BRÉSIL SUR LA SCÈNE INTERNATIONALE”, afirma que no governo de Temer o Brasil se “TORNOU UMA ESTRELA PÁLIDA NA CENA INTERNACIONAL”.
    Esse é o resultado de, por ignorância ou por inocência, acreditar nos demagogos e aproveitadores cujos interesses escusos e discursos mentirosos se “aproveitam” dos recursos públicos em detrimento do povo, cuja consequência, mais basilar, é a perda de sua dignidade.

  • E precisava a policia dizer, o povão do mais humilde até os mais letrados, já sabiam, depois desse pesado bombardeio da TV Globo, não fica pedra sobre padra, há de nós povo, se não existisse o quarto poder da democracia, a IMPRENSA. E a palha mano, fui…….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *