Jucá diz que não entregará o cargo de ministro

O ministro do Planejamento, Romero Jucá, negou hoje (23) que tenha tentado obstruir as investigações da Operação Lava Jato. Jucá disse ainda que não vai pedir afastamento do cargo. O ministro afirmou que não teme ser investigado.

“Nunca cometi e nem cometerei qualquer ato para dificultar qualquer operação, seja Lava Jato, ou qualquer outra”, disse Jucá, em entrevista coletiva à imprensa. “Da minha parte, sempre defendi e explicitei e apoiei com atos a Operação Lava Jato. A política terá uma outra história depois da Operação Lava Jato”. (Leia mais)

  • Sempre desconfiei dos discursos dos “anjinhos”. É muito “P” (oficiais são 35) pra defender o interesse de poucos, pois nunca defenderam e nunca defenderão o povo brasileiro. Quando falam “que estão defendendo o interesse do Brasil e de seu povo, metaforicamente, quer dizer que a defesa é de seu “próprio umbigo” e dos mais chegados. O povo que se “ferre”.
    O povo brasileiro precisa extirpar essas “ervas daninhas”. Judicialmente ou através do voto soberano. Precisamos aprender as lições que estão sendo mostradas e dizer, a esses “aproveitadores” do dinheiro público, que não seremos mais enganados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *