Lewandowski manda citar Dilma para apresentar defesa

Mariana Jungmann – Repórter da Agência Brasil

A presidenta afastada Dilma Rousseff terá prazo de 20 dias corridos, contados a partir de hoje (12), para apresentar sua defesa à Comissão Processante do Senado – a mesma comissão especial que fez a análise de admissibilidade do processo de impeachment e agora começará a fase de instrução do processo.

O mandado de citação a Dilma foi assinado hoje pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, que também tomou posse como presidente do processo de impedimento da presidenta. Lewandowski esteve no Senado para assinar a transferência da presidência do processo de Renan Calheiros para ele, e seu primeiro ato na nova condição foi a assinatura do mandado de citação a Dilma. (Leia mais)

  • Pelo falatório da presidenta nos últimos dias, ira dizer ao Ministro que na modalidade olÍmpica de esporte KARATÊ, será extinto o GOLPE,
    Depois do conflito vem a acomodação, conforme-se presidenta, vossa excelência não estava agradando 90% dos brasileiros, entre os dez restantes, o povo do Amapá, estava representado pelos Senadores cria do PT,
    Vou alterar um verso de uma música do Roberto Carlos ( Eu logo notei, quando vi o seu modo de votar, praças reformadas, feiras higienizadas buracos tapados, para tudo se justificar), Engana o povo que o ´povo gosta, novas eleições viram, esperamos que PF não seja cabo eleitoral forte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *