Ministro da Saúde negociou cargo em troca de mesada

Do Congresso em Foco

O delator Eduardo Lopes de Souza, dono da construtora Valor, afirma ter negociado com o ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP), a compra de um cargo no governo do Paraná pelo valor de R$ 15 mil mensais. A delação é relacionada a um desvio de verba pública no estado, conforme informa o jornal Folha de S. Paulo desta sexta-feira.
De acordo com a reportagem,  os pagamentos foram realizados ao cunhado do ministro da Saúde, Juliano Borguetti, irmão de Cida Borghetti (PP), vice-governadora da gestão de Beto Richa (PSDB) e mulher do ministro. O cunhado, Borguetti, chegou a receber três parcelas, totalizando R$ 45 mil.(Leia a matéria completa aqui)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *