PT foi o partido com mais faltantes na votação

EDUARDO BRESCIANI – Agência Estado

O PT foi o partido que mais teve deputados que faltaram à votação do processo de perda de mandato do deputado Natan Donadon (sem partido-RO). Neste caso, quando era necessário alcançar 257 votos favoráveis à cassação, as faltas contam como apoio ao deputado na berlinda. Entre os que não compareceram estão os quatro deputados condenados no mensalão: João Paulo Cunha (PT-SP), Valdemar Costa Neto (PR-SP), Pedro Henry (PP-MT) e José Genoino (PT-SP). O último está de licença médica.

Dos 88 deputados da bancada do PT, 21 não compareceram à sessão. Dos 81 do PMDB, 15 foram os ausentes. As duas agremiações foram as mais assediadas por apoiadores de Donadon. Proporcionalmente, foi no PP que o número de ausentes foi maior: faltaram 14 dos 38 deputados. Também tiveram ausências significativas o PSD (12 ausentes), o PR (8), DEM (6) e PSB (6).

Além dos condenados no mensalão, estão na lista dos ausentes Paulo Maluf (PP-SP), Jaqueline Roriz (PMN-DF), que teve o mandato salvo pelo plenário em 2011 após aparecer em vídeo recebendo recursos do delator do mensalão do DEM, Durval Barbosa, e Renan Filho (PMDB-AL), filho do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que escapou de dois processos de cassação em plenário em 2007. Estão ainda na lista líderes partidários como Beto Albuquerque (PSB), Eduardo Sciarra (PSD) e Jovair Arantes (PTB). O pastor Marco Feliciano (PSC-SP), presidente da comissão de Direitos Humanos e acusado de racismo e homofobia, também faltou. (Leia mais)

  • Evangélico, o deputado Natan Donadon pediu em nome de Deus que colegas não cassassem seu mandato. Dos 76 parlamentares da bancada evangélica, 10 se abstiveram. O bastião da moral, dos bons costumes e da “família tradicional”, deputado pastor Marco Feliciano, não compareceu à votação, porque estava de viagem marcada para os Estados Unidos, em plena quarta-feira. E assim caminha a comunidade cristã, ditando normas de conduta para os hereges, gays, ateus e outros “abomináveis aos olhos do Senhor”.

  • É claro que os PTralhas iriam apoiar o CUMPANHERO.OH! povo asqueroso esses politicos,tudo igual,não muda nem de endereço,pois a cúpula se reune tudo em Brasilia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *