Randolfe diz que não faz mais que sua obrigação como parlamentar

Do R7

5/5/2014 às 00h15
Senador da nova geração diz que se destaca porque há “defeitos demais” nos outros políticos

Randolfe Rodrigues avalia que não faz mais que a obrigação em seu trabalho no parlamento

Carolina Martins, do R7, em Brasília

O senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), considerado um dos 100 parlamentares mais influentes do Congresso Nacional no ano de 2013, avalia que se destaca porque os outros parlamentares não cumprem a obrigação como deveriam.

Senador mais novo da Casa, Rodrigues está em seu primeiro mandato e se destaca pelo protagonismo político no Congresso. Na lista dos 100 “Cabeças do Congresso Nacional” do ano passado, elaborada pelo Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar), o parlamentar é considerado um bom debatedor.

Rodrigues afirma que não faz mais que a obrigação em seu trabalho como legislador e acredita que se destaca porque os outros parlamentares não cumprem corretamente suas obrigações.

— O que eu procuro fazer é só o que compreendo que é a minha obrigação, mais nada. Se há reconhecimento por isso, não é mais nada além da minha obrigação. Se tem algum mérito meu, talvez tenha defeito demais nos outros.

O jovem senador é um representante da nova geração da política, composta por parlamentares que estão no primeiro ou segundo mandato, já são considerados influentes no Congresso e não têm nenhum padrinho ou parente famoso na política.

Integrantes da classe média, os representantes da nova geração geralmente têm participação ativa no meio acadêmico e decidiram entra na política por convicção ou ideologia. (Leia mais)

  • esse senador so faz seu trablho, e verdade. mas pior q nao faz igual ja vimos bala, gilvan, sarnei. isso é triste mas é nossa realidade.

  • Tai, concordo com a Carla.
    Estou sempre viajando pelas capitais do Brasil e percebo o quanto a importância de nossa Zona Franca de Macapá e Santana.
    O que nós temos de barato no Amapá:
    – Gasolina;
    – Cerveja em garrafa e lata (de Belém em diante uma cerveja em garrafa custa em meia R$ 6,00 e lata: R$ 4,00 reais)
    – Carne bovina e suína;
    – Veículos automotores leves;
    – Eletroeletrônicos;
    – Cama, mesa e banho
    – e outras “cocitas” mais.
    É apenas um exemplo.

  • O SEN. SARNEY , JÁ ESTÁ APARECENDO NAS FAMOSAS CHAMADAS DE TELEVISÃO EM HORÁRIO NOBRE , DIZENDO QUE FÊZ TUDO PELO AMAPÁ , A VELHA ( ESTÓRIA ) DE ZONA FRANCA , AGORA QUERENDO SER RELATOR DA PEC 111 .

  • É um parlamentar que tem comprometimento com o seu mandato e seus eleitores,por isto,faz e faz bonito.Ele acontece exatamente por não ter “padrinhos”,pq os que tem,seguem seus discípulos e rezam na mesma cartilha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *