Pela 5a vez consecutiva Randolfe é apontado como um dos mais influentes políticos do país

randO Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP) divulgou hoje a lista dos cem Cabeças do Congresso, ou seja, os deputados e senadores mais influentes de fevereiro a julho deste ano.
O Amapá não tem nenhum deputado federal na lista, em compensação tem dois senadores: Randolfe Rodrigues (PSOL) e João Capiberibe (PSB).

Randolfe Rodrigues faz parte da lista pela quinta vez consecutiva.

Para a classificação e definição dos nomes que lideram o processo legislativo, o DIAP adotou critérios qualitativos e quantitativos que incluem aspectos posicionais (institucionais), reputacionais e decisionais. “Entendemos como critério posicional ou institucional, o vínculo formal ou o posto hierárquico ocupado na estrutura de uma organização; o reputacional, a percepção e juízo que outras pessoas têm ou fazem sobre determinado ator político; e o decisional, a capacidade de liderar e influenciar escolhas”, explica o DIAP. Vale ressaltar que esses métodos são aceitos pelos cientistas políticos.
Com base nesses critérios, para chegar aos cem mais influentes parlamentares a equipe do DIAP fez entrevistas com deputados e senadores, assessores das duas Casas do Congresso, jornalistas, cientistas e analistas políticos, além de levantamentos minuciosos de pronunciamentos, apresentação de proposições, resultados de votações, intervenções nos debates do Legislativo. O DIAP leva em conta ainda o  saber, o equilíbrio, a prudência, a credibilidade e a respeitabilidade, que ao  lado da experiência, são atributos que credenciam um parlamentar perante seus pares e abrem caminho para influenciar no processo decisório. 

  • Sinceramente nao vejo grandes coisas. O que de bom o Amapá ganhou até agora com os tres? O Randolfe pode ser influente por está constamente na midia nacional, mas credibilidade local ta longe de ser alcançada.

  • É bom saber que o Amapá tem um corpo de senadores de cabeças influentes, sem saudade de cabeça influenciada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *