Sarney desiste de tentar reeleição

O senador José Sarney (PMDB-AP) desistiu da candidatura à reeleição. É o que informa o jornalista Luiz Melo, amigo pessoal de Sarney, em sua fanpage no Facebook.
Leia:
É definitivo.
Sarney não vai mais disputar o Senado, me disse pelo telefone, hoje.
Tem pesquisas recentes que o credenciam a mais um mandato, mas levou em conta estado de saúde e pedido da família (dona Marly).
Foi Dilma quem primeiro ficou sabendo, em Brasília, antes do embarque pra Macapá, hoje.
Me falou que vem à convenção do PMDB na sexta, 27, quando leva decisão à boca do palco.

Sem exercer nenhuma influência, deixa por conta do partido indicação do candidato peemedebista pro Senado, em outubro.
Também não vai interferir junto a Lula sobre com quem o Petê deva ou não coligar, mesmo admitindo fazer torcida pra que venha a ser com PDT e PMDB.
(Leia mais)

Hoje em Macapá, Sarney viveu momentos constrangedores diante da presidente Dilma Rousseff  quando foi vaiado por milhares de pessoas na inauguração do Conjunto Habitacional Macapaba.
As vaias repercutiram na imprensa nacional.

Eleito senador pelo Amapá em 1990 e reeleito em 1998 e 2006, Sarney inaugurou  a censura aos blogs em 2006 e fica na história como o político que em campanha eleitoral mais censurou a imprensa amapaense.
Em 2006, última vez que disputou e ganhou mais um mandato de oito anos, ele moveu mais de cem ações contra jornalistas e blogueiros amapaenses.

  • Caso se confirme a saída do Sarney da política nacional, tem gente arrumando as malas e dando adeus as beneficies arrumadas por estes lados de cá.

  • Vão sentir falta quando as tramas da politica nacional atingirem o Amapá. Lembro bem, que FHC iria demitir os servidores do ex-território, só não o fez porque Sarney se contrapôs. Lembro muito bem quando os Estados do Pará e Amazonas fizeram de tudo para inviabilizar a zona de livre comercio e depois, novamente o Amazonas contra a zona franca do Amapá e, por interferência do Sarney, não lograram exito. Os nossos políticos vão sentir muita falta, quando tentarem marcar uma audiência com qualquer outra autoridade e não tiverem o GAB do Sarney pra viabilizar. Com exceção do Sanador Randof, que hoje, é respeitados no cenário Nacional, quero ver outro Político Amapaense que alcance 1% da influência do Sarney. O Amapá vai sentir falta.

    • Era o mínimo que ele como representante do povo amapaense poderia fazer pelo estado que o elegeu por 03 mandatos.Ele como maranhense não vizualizou àquela época possibilidades de se eleger e se reeleger em seu própio território,viu no Amapá todas elas e por isto caiu de paraquedas por esta bandas,fato. Pelo tempo que passou em seus mandatos,não creio que fez grandes coisas por aqui.Pelo trânsito que esse Sr. tem em Brasilia,acredito que os amapaenses mereciam muito mais olhos e vontade, voltados para resolver os problemas aqui existentes.À mim não fará falta alguma,já vai tarde.

  • Constrangedor é saber que os que escolheram esse Sr. para representar o amapa, o fizeram por 03vxs.Fora do Amapá,todos os amapaenses são tratados com “deboches e piadinhas”.Votantes ou não nesse senador (…)

  • Tomara que ele esteja falando a verdade e que seus neurônios estejam sãos,caso contrário,seinão…kkk.O jornalista LM pode-se dizer um privilegiado(será?rsrs) desse Sr.,.uma vez que o senador sempre “detonou” a imprensa amapaense,diga-se,as que não rezavam em sua cartilha.A blogueira aqui sabe bem disto.Oh! como sabe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *