Tchau, Delcídio!

Por 74 votos favoráveis, uma abstenção e nenhum voto contrário, o Senado cassou hoje  o mandato do senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS). Além de perder o mandato, Delcídio fica inelegível por 8 anos. Em seu lugar assume o suplente Pedro Chaves dos Santos (PSC-MS).

Delcídio não compareceu à sessão e nem mandou advogados.  Ele perdeu o mandato por quebra  de decoro  parlamentar. De acordo com a assessoria de comunicação do Senado a denúncia foi de que Delcídio, quando líder do governo no Senado, negociou a fuga do ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró, para evitar uma possível colaboração premiada do ex-funcionário da estatal. A combinação foi feita com o filho de Nestor, Bernardo Cerveró, que gravou as conversas e as encaminhou às autoridades.

Ele foi o primeiro senador preso (novembro de 2015) no exercício do mandato sob regime democrático. Foi solto em fevereiro deste ano, após uma delação premiada. Desfiliou-se do PT e acusou dezenas de políticos, funcionários públicos, lobistas e empresários.

Veja aqui a biografia de Delcídio Amaral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *