Temer sanciona terceirização. Lei foi publicada em edição extra do D.O.U.

Enquanto o povo estava nas ruas se manifestando contra a terceirização e reforma da previdência no final da tarde de hoje, o  presidente Michel Temer sancionava o projeto de lei que regulamenta a terceirização irrestrita.
A lei foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União hoje à noite e está valendo a partir de agora..

As entidades patronais adoraram e estão morrendo de amores por Temer. Já os trabalhadores passam a vê-lo como inimigo número um.

Em nota divulgada semana passada, quando da aprovação do projeto, as centrais sindicais ressaltaram que a terceirização condena o trabalhador à escravidão e “aumenta a insegurança jurídica, acaba com os direitos trabalhistas, divide as categorias e permite que o setor patronal faça o que bem entender com os sindicatos dos trabalhadores”.

A Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANTP) também se manifestou contra por considerar que a terceirização vai agravar ainda mais a crise econômica. Disse em nota que “a presença de um terceiro, no caso a empresa terceirizada, entre a empresa tomadora-contratante e o trabalhador, certamente gerará uma significativa redução de salários.”
Para não esquecer
Dos oito deputados do Amapá apenas Janete Capiberibe e Professora Marcivânia votaram contra a terceirização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *